EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Artérias e nervos dos membros inferiores - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.096.581 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Artérias e nervos dos membros inferiores

Artérias e nervos do membro inferior - vista anterior

Você pode não dar valor para ações como ficar em pé, andar ou saltar, mas elas seriam impossíveis sem a extraordinária habilidade das suas pernas de executar movimentos intrincados e coordenados. No entanto, tais ações complexas requerem uma anatomia e um suprimento neurovascular igualmente complexos.

Como você sabe, a extremidade inferior é dividida em quatro regiões principais:

  • Quadril ou anca (região glútea)

  • Coxa

  • Perna

Nesta página, vamos estudar as artérias, veias e nervos mais importantes que passam e suprem cada uma dessas regiões, bem como seus respetivos ramos.

Artéria Femoral

A maior e mais importante artéria que leva sangue oxigenado para toda a extremidade inferior é a artéria femoral. Ela emite ramos ao longo da coxa que suprem a pele da região inguinal e da genitália externa, assim como alguns músculos da coxa. Esses ramos incluem: artéria epigástrica superficial, artéria ilíaca circunflexa superficial, artéria pudenda externa superficial, artéria pudenda externa profunda, artéria femoral profunda e artéria genicular descendente.

Artéria femoral e seus ramos - vista anterior

Dê uma olhada nos recursos a seguir e faça o teste para dominar a artéria femoral, a principal fonte de todas as artérias subsequentes dos membros inferiores, com seu trajeto e seus ramos.

Artérias

Quadril (Anca) e Coxa

Além da artéria femoral, existem várias outras artérias importantes que percorrem o quadril (anca) e a coxa: as artérias glúteas (superior e inferior), obturadora, femoral profunda e genicular descendente.

Artérias e nervos do quadril (anca) e coxa - vistas anterior e posterior

As duas artérias glúteas se originam das artérias ilíacas internas e fornecem sangue para os músculos piriforme, quadrado femoral e glúteo. Além disso, elas também suprem a pele da parte superior da coxa e das regiões glúteas. A artéria obturadora também se origina da artéria ilíaca interna e supre os músculos adutores da coxa.

Como você viu anteriormente, as artérias genicular descendente e femoral profunda originam-se diretamente da artéria femoral. Elas suprem vários músculos da coxa e região glútea, assim como a articulação do joelho, respetivamente.

Se você quiser saber mais sobre as artérias do quadril (anca) e da coxa, confira o vídeo e o teste seguintes:

Joelho e perna

Continuando mais abaixo na extremidade inferior, alcançamos as artérias das pernas e do joelho: as artérias poplítea, genicular superior (medial e lateral), genicular inferior (medial e lateral), tibial (anterior e posterior), maleolar anterior (medial e lateral), e fibulares (peroneais).

Artérias e nervos do joelho e perna - vistas anterior e posterior

A artéria poplítea é uma continuação direta da artéria femoral e transporta o sangue mais adiante no membro inferior. No joelho, emite as artérias geniculares superior e inferior, que contornam essa região e fornecem sangue a ela.

A artéria poplítea se divide, então, nas artérias tibiais anterior e posterior, que percorrem toda a perna até o pé. A artéria tibial anterior é a principal responsável pelo suprimento sanguíneo do compartimento anterior da perna.

A artéria tibial posterior fornece sangue oxigenado para estruturas da parte inferior da perna, como a tíbia, o maléolo medial, e o calcâneo com seus músculos circundantes. Além disso, ela supre um grande número de músculos da perna através do seu importante ramo, a artéria fibular (peroneal).

Se você quiser aprender mais sobre as artérias da perna e do joelho, dê uma olhada abaixo.

Como você pode ver, existem muitas artérias que suprem o membro inferior. Para evitar qualquer confusão, dê uma olhada nos dois recursos a seguir, que vão oferecer a você uma revisão geral rápida.

Tornozelo e Pé

Continuando mais abaixo na perna, encontramos o tornozelo e o pé. A articulação do tornozelo é vascularizada pelas artérias maleolares anterior e posterior, juntamente com seus ramos.

Quando se trata das artérias do pé, existem várias candidatas importantes: a artéria dorsal do pé, as artérias plantares (medial e lateral), as artérias tarsais (medial e lateral), a artéria arqueada, as artérias metatarsais dorsais, o arco plantar profundo e as artérias metatarsais plantares.

Artérias e nervos dos pés

No pé, as artérias tibiais anterior e posterior continuam como artéria dorsal do pé e artéria plantar, respetivamente. As artérias plantares suprem a pele e os músculos dos lados lateral e medial do pé.

As artérias tarsais, arqueada e metatarsais dorsais se originam da artéria dorsal do pé. Elas suprem os ossos metatarsianos, o músculo extensor curto dos dedos e as estruturas do lado medial do pé. As artérias metatarsais dorsais também suprem os dedos dos pés por meio de suas ramificações, chamadas de artérias digitais dorsais.

O arco plantar profundo vasculariza as estruturas da planta, ou parte de baixo do pé, assim como os dedos dos pés, através de ramos denominados artérias metatarsianas plantares.

As artérias do pé podem ser difíceis de compreender e dominar, então, assista ao vídeo a seguir e complete o teste para consolidar as informações sobre os vasos sanguíneos do pé.

Veias

A drenagem venosa do membro inferior pode ser dividida em sistema superficial e sistema profundo. Como você sabe, a drenagem venosa ocorre na direção oposta, comparativamente ao suprimento de sangue arterial.

Começando a partir do pé, o sistema venoso superficial começa com as redes venosas superficial dorsal e plantar, juntamente com a veia marginal e as veias metatarsais. Essas veias drenam de uma para outra, terminando, por fim, em uma das duas veias safenas: a veia safena parva ou a veia safena magna.

A veia safena parva sobe pela perna posteriormente, drenando depois para a veia poplítea localizada na fossa poplítea. A veia safena magna percorre a perna medialmente, mas continua também através da coxa, abrindo-se na veia femoral. A veia safena magna também recebe sangue proveniente da veia safena parva ao longo do seu trajeto.

Como o nome indica, o sistema venoso profundo está localizado mais profundamente no membro inferior do que o sistema superficial. No pé, inicia-se com as veias digitais e metatarsais que drenam de forma correspondente para o arco venoso plantar e para o arco plantar profundo. Estes drenam para veias maiores que seguem adjacentes às artérias de nome similar. A partir daqui, as veias da coxa e da perna espelham as artérias.

Nervos

Quadril (Anca) e Coxa

Até agora descrevemos todas as principais artérias e veias e as estruturas que elas irrigam/drenam. Agora é hora de olhar os nervos do membro inferior, que derivam do plexo lombossacral (lombossagrado). Os nervos mais relevantes do quadril (anca) e da coxa são os seguintes: femoral, safeno, cutâneos femorais (lateral e posterior), ciático ou isquiático, obturador, glúteos (superior e inferior) e clúnios (superior, medial e inferior).

Os nervos femoral e ciático (isquiático) são os mais importantes, pois são a origem de todos os nervos subsequentes dos membros inferiores. O nervo femoral se origina do plexo lombar (L2-L4) e inerva vários músculos da região anterior do quadril (anca) e da coxa, como o ilíaco, o sartório e os quatro músculos do quadríceps (quadricípite) femoral. O nervo safeno é o maior ramo do nervo femoral. Inerva a pele dos lados frontal e medial da perna. Os nervos cutâneos femorais inervam a pele das faces posterior e lateral da coxa, a face posterior da perna, assim como a pele do períneo.

O nervo ciático (isquiático) é o nervo único mais longo e contínuo em todo o corpo. Origina-se do plexo sacral (L4-S3) e percorre toda a região posterior do membro inferior. O nervo ciático (isquiático) inerva toda a pele da perna, os músculos posteriores da coxa e os músculos da perna e do pé.

O nervo obturador inerva os músculos adutores, assim como a pele da face medial da coxa. Como o nome sugere, os nervos glúteos inervam os três músculos glúteos (máximo, médio e mínimo). Os nervos clúnios se originam dos nervos espinhais L1-S3, assim como o nervo cutâneo femoral posterior. Eles são responsáveis ​​por inervar a pele da região glútea.

Joelho e perna

Seguindo o membro inferior até o joelho, nos deparamos com outro conjunto de nervos. Esta articulação é inervada diretamente pelos nervos geniculares superiores (medial e lateral), genicular médio e geniculares inferiores (medial e lateral).

Passando pelo joelho em direção à perna, encontramos outro conjunto de nervos importantes particularmente para essa região: nervo fibular (peroneal) comum, nervo fibular (peroneal) superficial, nervo fibular (peroneal) profundo e nervos tibiais. O nervo fibular (peroneal) comum é na verdade um ramo do nervo ciático (isquiático). Inerva o joelho através de três ramos articulares e a pele da face póstero-lateral da perna através do ramo cutâneo sural lateral. O nervo então se divide em dois ramos, superficial e profundo, que inervam os compartimentos lateral e anterior da perna, respetivamente. O ramo superficial também inerva a pele sobre o dorso do pé. O nervo tibial é o segundo ramo do nervo ciático (isquiático) e inerva os músculos do compartimento posterior da perna: gastrocnêmio, poplíteo, sóleo (solear), plantar, tibial posterior, flexor longo dos dedos e flexor longo do hálux.

Assista ao vídeo a seguir e faça o nosso teste para saber mais sobre os nervos da perna e do joelho.

Tornozelo e pé

A região do tornozelo é inervada por ramos articulares dos nervos tibial e fibular (peroneal) profundo.

Em relação aos nervos do pé, temos os seguintes: nervos digitais dorsais do pé, nervos digitais plantares próprios, nervo cutâneo dorsal lateral e nervos plantares (medial e lateral).

Os nervos digitais dorsais do pé e os nervos digitais plantares próprios fornecem inervação aos dedos dos pés, enquanto o nervo cutâneo dorsal lateral inerva apenas a pele sobre a face lateral do quinto dedo.

Artérias e veias dos pés

Os nervos plantares são ramos do nervo tibial e inervam a pele dos dois dedos laterais e da planta do pé, assim como os músculos intrínsecos do pé.

Como você pode ver, há muitos nervos inervando o membro inferior. Para evitar qualquer confusão, confira os seguintes recursos que lhe fornecem uma revisão geral.

Videoaulas relacionadas

Testes relacionados

Artérias e nervos dos membros inferiores - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.096.581 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Artigo, revisão, e layout:

  • Adrian Rad
  • Alexandra Osika
  • Nicola McLaren

Tradução para Português e layout:

  • Rafaela Linhares
  • Rafael Vieira

Ilustrações:

  • Artérias e nervos do membro inferior - vista anterior - Liena Znotina
  • Artéria femoral e seus ramos - vista anterior - Rebecca Betts
  • Artérias e nervos do quadril (anca) e coxa - vistas anterior e posterior - Liena Znotina
  • Artérias e nervos do joelho e perna - vistas anterior e posterior - Liena Znotina
  • Artérias e nervos dos pés - Liena Znotina
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Assista videoaulas

Mostre mais 1 videoaula

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!

Crie sua conta gratuitamente.
Comece a aprender anatomia em menos de 60 segundos.