EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Músculo quadrícipes femoral - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Músculo quadrícipes femoral

O músculo quadríceps (quadricípite) femoral é um músculo de quatro cabeças da coxa, que cobre quase completamente o fémur. Ele é um dos mais fortes músculos do corpo humano (área transversal fisiológica > 150 cm2). Ele contribui significativamente para a definição da forma dos contornos lateral e anterior da coxa. A sua inervação é feita pelo nervo femoral (L2-4). 

O nome do músculo deriva do latim, do qual se traduz literalmente como "músculo de quatro cabeças".

As quatro cabeças do músculo são: o músculo reto femoral, o músculo vasto medial, o músculo vasto lateral e o músculo vasto intermédio.

Fatos sobre o músculo quadrícipes femoral
Origem  Reto femoral: espinha ilíaca anterior da pelve, margem superior do acetábulo da pelve
Vasto medial: linha intertrocantérica do fémur
Vasto lateral: linha áspera, trocânter maior do fémur
Vastus intermédio: lado anterior do fémur
Inserção Tuberosidade da tíbia (todas as cabeças) - forma ligamento patelar
Inervação Nervo femoral
Vascularização Artéria femoral
Função Extensão do joelho, flexão da anca (apenas o reto femoral)
Nota clínica Reflexo patelar ausente, paralisia do músculo

Este artigo irá abordar todos os importantes fatos anatômicos sobre o músculo quadríceps (quadricípite) femoral, bem como os movimentos que ele provoca.

Anatomia

Como você pode ver, o quadríceps femoral faz parte do grupo de músculos da coxa e a origem de uma de suas porções (músculo reto femoral) é no quadril. Talvez seja uma boa ideia revisar a anatomia do quadril e da coxa para compreender as relações anatômicas do quadríceps femoral. 

Músculo reto femoral

O músculo reto femoral possui duas origens na espinha ilíaca anterior inferior da pelve e na margem superior do acetábulo. Distalmente suas fibras terminam em um tendão de inserção comum (tendão do quadríceps ou tendão do quadricípite).

Músculo vasto medial

O músculo vasto medial corre em espiral ao redor do eixo da linha áspera e linha intertrocantérica do fêmur e se funde com o tendão do quadríceps (quadricípite) em sua maior parte. Uma segunda parte – referida como retináculo medial da patela (rótula) – sobrepassa a patela (rótula) medialmente e se insere no côndilo medial da tíbia.

Músculo vasto lateral

O músculo vasto lateral se origina da linha áspera e do trocânter maior do fêmur, dá uma volta no eixo do osso e corre principalmente em direção ao tendão do quadríceps (quadricípite). Uma pequena parte corre ao redor da patela (rótula) lateralmente, como uma imagem em espelho do músculo vasto medial, e se insere no côndilo lateral da tíbia (retináculo lateral da patela ou retináculo lateral da rótula).

Músculo vasto intermédio

O músculo vasto intermédio se inicia na face anterior do fêmur e termina no tendão de inserção comum. Na altura da base patelar (da rótula), uma pequena parte se separa e se insere no recesso suprapatelar da cápsula articular do joelho (músculo articular do joelho). Apesar dele não contar como um músculo independente, às vezes é considerado como uma “quinta cabeça” do quadríceps (quadricípite).

O tendão do quadríceps (quadricípite) corre sobre a face ventral através do periósteo da patela (rótula) e finalmente se insere na tuberosidade da tíbia. A parte abaixo do ápice da patela (rótula) é chamada de ligamento patelar (ligamento rotuliano).

Aprender os músculos do corpo não é tarefa fácil. São muitos detalhes: origem, inserção, função, inervação, vascularização....ufa! Está precisando de uma ajuda? Facilite seu trabalho com a nossa apostila de exercícios sobre os músculos do corpo humano

Função

O quadríceps (quadricípite) é o único extensor da articulação do joelho. Assim ele possui um papel chave em todos os movimentos que envolvem a extensão do joelho (ex.: caminhar, subir escadas, levantar-se da posição sentado). Além disso ele impede que o joelho seja comprimido na posição ortostática. Adicionalmente o músculo reto femoral força uma flexão da articulação do quadril (da anca). Em uma pequena extensão o músculo vasto medial está envolvido na rotação interna e o músculo vasto lateral na rotação externa da articulação do joelho. O músculo articular do joelho está diretamente ligado à cápsula articular do joelho e à bursa (bolsa) sinovial suprapatelar. Durante a extensão do joelho ele puxa ambas as estruturas proximalmente e, dessa forma, previne seu aprisionamento entre a patela (rótula) e o fêmur.

O tendão do quadríceps (quadricípite) utiliza a patela (rótula) como um osso sesamóide. Isso traz duas vantagens:

  1. O braço de alavanca é alongado, o que efetivamente aumenta o torque (momento de torção). Assim o músculo precisa de menos força para movimentar o osso. 
  2. A patela protege a articulação do joelho de danos através do  tendão do quadríceps (quadricípite).

Quer aprender mais sobre o quadríceps femoral e os demais músculos do quadril e da coxa? Dê uma olhada nesta videoaula que preparamos para você.

Agora que você já estudou sobre os músculos desta região, que tal testar seus conhecimentos? Aprenda ainda mais e memorize o conteúdo com a ajuda do nosso teste sobre os músculos do quadril e da coxa.

Músculo quadrícipes femoral - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!