Conexão perdida. Por favor atualize a página.
Conectado
EN | DE | PT | ES Contato Como estudar Entrar Cadastrar
Pronto para aprender?
Selecione a sua ferramenta de estudo favorita

Ossos da face (viscerocrânio)

O crânio é uma complexa estrutura óssea formada por duas regiões: o neurocrânio e o viscerocrânio. O viscerocrânio é uma coleção de ossos que formam o esqueleto da face, enquanto o neurocrânio é o conjunto de ossos que reveste e protege o encéfalo.

O esqueleto da face é formado por 14 ossos (6 bilaterais e 2 ossos únicos) com marcos anatômicos e desenvolvimento embriológico específicos. Esses ossos incluem o par de conchas nasais inferiores, ossos nasais, maxilas, ossos palatinos, ossos lacrimais e ossos zigomáticos, bem como a mandíbula e o vômer, ossos únicos.

As principais funções do viscerocrânio são dar formato à face humana e proteger os delicados órgãos ali presentes. Além disso, ele fornece uma superfície óssea para a inserção dos músculos faciais e apresenta vários forames para a passagem de estruturas neurovasculares.

Este artigo vai discutir a anatomia e a função dos ossos da face.

Informações importantes sobre os ossos da face
Definição Coleção de 14 ossos que formam a face humana
Ossos bilaterais Conchas nasais, ossos nasais, maxilas, ossos palatinos, ossos lacrimais, ossos zigomáticos
Ossos únicos Mandíbula e vômer
Função Definem o formato característico da face humana
Fornecem locais de inserção para os músculos faciais
Criam vias de passagem para estruturas neurovasculares,
Protegem as estruturas da face
Conteúdo
  1. Maxila
  2. Osso zigomático
  3. Osso lacrimal
  4. Concha nasal inferior
  5. Osso palatino
  6. Osso nasal
  7. Mandíbula
  8. Vômer
  9. Função
  10. Referências
+ Mostrar todo

Maxila

A maxila forma a porção central da face. As maxilas direita e esquerda se fundem na linha média, onde encontramos uma fissura craniana chamada de sutura intermaxilar. A maxila é dividida em várias partes:

  • Corpo
  • Processo zigomático
  • Processo frontal
  • Processos alveolares (encaixes dos dentes)
  • Processo palatino (palato duro)

Marcos anatômicos importantes da maxila incluem o forame infraorbital, o seio maxilar e o forame incisivo. A principal função da maxila é manter os dentes superiores na sua posição.

Osso zigomático

O zigomático é um osso irregular, localizado bilateralmente na porção lateral superior da face. Ele também é conhecido como “osso malar”, pois forma as proeminências laterais (região malar) da face. O zigomático tem três processos: frontal, maxilar e temporal, por meio dos quais se articula com os ossos frontal, temporal, esfenoide e maxila.

O principal marco anatômico relacionado ao osso zigomático é o arco zigomático. Ele é formado pelo processo zigomático do osso temporal e pelo processo temporal do osso zigomático. A principal função do arco zigomático é fornecer inserção para os músculos da mastigação (temporal e masseter).

Osso lacrimal

O osso lacrimal é o menor e mais frágil dentre os ossos da face. Ele se situa na porção anterior da parede medial da órbita, bilateralmente. O seu nome deriva do fato dele estar em íntima relação com as estruturas lacrimais.

O osso lacrimal tem duas superfícies (lateral e medial) e quatro margens (anterior, posterior, superior e inferior).

A principal função do osso lacrimal é dar suporte às estruturas do aparato lacrimal, que secreta e drena as lágrimas. Além disso, o osso lacrimal é um local de inserção para o músculo orbicular do olho.

Concha nasal inferior

A concha nasal inferior é a mais longa e mais ampla das três conchas nasais. Em contraste com as conchas superior e média, a concha nasal inferior é um osso separado.

A concha nasal inferior é uma placa óssea localizada bilateralmente na parede lateral da cavidade nasal.

Sua principal função é participar da formação dos meatos nasais médio e inferior. O meato nasal inferior é encontrado logo abaixo da concha nasal inferior, e é o maior espaço da cavidade nasal. Ele é responsável pelo direcionamento do fluxo de ar, e pela umidificação, aquecimento e filtração do ar inalado pelo nariz.

Osso palatino

O palatino é um osso bilateral em formato da letra “L”, localizado posteriormente à cavidade nasal, mais especificamente, entre a maxila e o esfenoide. O palatino é definido por suas lâminas horizontal e perpendicular. Devido às suas várias conexões com os ossos adjacentes, o osso palatino participa na formação de várias estruturas:

  • A lâmina horizontal forma a porção posterior do palato duro, na cavidade oral
  • A lâmina perpendicula contribui na formação da parede lateral da cavidade nasal, onde ela se encontra com o processo pterigoide do osso esfenoide.

O osso palatino também contribui na formação do assoalho da órbita, através do processo orbital, encontrado na extremidade superior da sua lâmina perpendicular.

Osso nasal

Os ossos nasais têm formato retangular e se localizam medialmente aos processos frontais da maxila, de cada lado. Os ossos nasais direito e esquerdo se conectam na linha média através da sutura internasal.

O osso tem 4 margens e 2 superfícies, que formam várias conexões com os ossos adjacentes.

Sua principal função é formar a ponte do nariz, a abertura nasal e proteger a cavidade nasal do ambiente externo.

Mandíbula

A mandíbula é o maior osso da face, localizado na sua porção inferior. É importante notar que a ela não faz parte do crânio, mas está conectada a ele através da articulação temporomandibular (ATM). A mandíbula e os ossos do ouvido médio (ossículos do ouvido) são os únicos ossos móveis da cabeça.

A mandíbula é formada por três partes: um corpo horizontal (anterior) e dois ramos verticais (posteriores). De cada lado, o corpo e os ramos se conectam nos ângulos da mandíbula. Essas partes possuem vários marcos anatômicos que participam em importantes funções da mandíbula.

A principal função desse osso é formar o contorno da face e manter os dentes inferiores no lugar. A ATM permite que a mandíbula se mova em várias direções, possibilitando a fala e a mastigação.

Vômer

O vômer é o segundo osso único da face, e se situa na linha sagital média. Ele é um osso plano que se situa verticalmente na cavidade nasal. Juntamente com o etmoide, o vômer forma a porção óssea do septo nasal, que separa os lados direito e esquerdo do nariz.

Mais especificamente, os dois terços superiores do septo nasal ósseo são formados pela lâmina perpendicular do osso etmoide, enquanto o terço inferior é formado pelo vômer. A parte anterior da cavidade nasal é formada pela cartilagem nasal.

Função

A principal função do viscerocrânio é dar forma à face humana e às cavidades da região anterior do crânio, incluindo a órbita e as cavidades oral e nasal. Ele protege o delicado conteúdo dessas cavidades, bem como as estruturas neurovasculares da face.

A superfície óssea do viscerocrânio fornece pontos de inserção para os músculos faciais, que são importantes na expressão de emoções. Os ossos da face também contêm seios (ex.: seios maxilares), que reduzem o peso do crânio e permitem a ressonância da voz.

Ossos da face (viscerocrânio) - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Com quais você prefere aprender?

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!