EN | DE | PT Contato Como estudar Entrar Cadastrar

Principais artérias, veias e nervos do corpo humano - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.137.170 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Principais artérias, veias e nervos do corpo humano

Neurovascularização do ombro e do braço - diagrama

Quando dizemos vermelho, azul, amarelo, você pode associá-las à bandeira da República da Armênia. Mas se você for um estudante de anatomia experiente saberá que, nos atlas de anatomia, o azul geralmente se refere a veias, o vermelho a artérias e o amarelo a nervos. Juntos, veias, artérias e nervos definem a neurovasculatura.

Como às vezes você pode se perder nos livros didáticos enquanto estuda as extensas redes de nervos e vasos, esta página fornecerá uma introdução exclusiva à intrincada rede de vasos e nervos que conduzem sangue e impulsos nervosos por todo o corpo.

Principais artérias do corpo humano

Por definição, uma artéria é um vaso que conduz o sangue do coração para a periferia. Todas as artérias transportam sangue oxigenado - exceto a artéria pulmonar. A maior artéria do corpo é a aorta e é dividida em quatro partes: aorta ascendente, arco aórtico, aorta torácica e aorta abdominal. Depois de receber sangue diretamente do ventrículo esquerdo do coração, ela desce pelo tórax e pelo abdômen, dando origem a muitos ramos que suprem todas as regiões do corpo com sangue rico em nutrientes e oxigenado.

Se quiser aprender mais sobre as principais artérias do corpo humano, visite as videoaulas em baixo.

Cabeça e pescoço

Artérias da cabeça e do pescoço - diagrama

O suprimento sanguíneo para a cabeça e para o pescoço vem dos ramos do arco aórtico: tronco braquiocefálico, artéria carótida comum esquerda e artéria subclávia esquerda.

  • O tronco braquiocefálico dá origem às artérias carótida comum direita e subclávia direita.
  • Cada uma das artérias carótidas comuns se ramifica nas artérias carótidas interna e externa. As artérias carótidas internas, juntamente com as artérias vertebrais, suprem o cérebro, enquanto as artérias carótidas externas suprem a face e o pescoço.
  • As artérias subclávias dão origem às artérias vertebrais e depois continuam até a axila, onde se tornam artérias axilares e suprem o membro superior.

Aprenda tudo sobre as artérias da cabeça e do pescoço com o artigo, o teste e as videoaulas em baixo.

Tronco

Artérias, veias e nervos do tronco - diagrama

As artérias do tronco incluem: aorta torácica, tronco celíaco, artéria mesentérica superior, artéria mesentérica inferior e artérias ilíacas comuns (com seus ramos terminais, as artérias ilíacas internas e ilíacas externas).

A aorta torácica é a parte da aorta descendente que passa pelo tórax. Ela vasculariza o mediastino, os brônquios, o esôfago, o pericárdio e a superfície torácica do diafragma com seus ramos arteriais. O abdome é suprido pelos ramos da aorta abdominal: tronco celíaco, artéria renal, artéria gonadal, artérias mesentéricas e artérias ilíacas comuns. Eles vascularizam o estômago, o fígado, o baço, o trato gastrointestinal, os rins, bem como os testículos nos homens, e os ovários e o útero nas mulheres.

Os ramos terminais da aorta abdominal são as artérias ilíacas comuns. Elas se bifurcam em seus dois ramos terminais próprios, as artérias ilíacas internas e externas, com a ilíaca interna suprindo a pelve e a ilíaca externa continuando pelo membro inferior como a artéria femoral.

Se você quiser aprender mais sobre as artérias do tronco, dê uma olhada em baixo:

Membro superior

Artérias, veias e nervos do braço - diagrama

A principal artéria do membro superior é a artéria axilar - é uma continuação da artéria subclávia. A artéria axilar continua descendo pelo braço como artéria braquial, depois se divide nas artérias ulnar e radial no antebraço. A mão é vascularizada pelos ramos terminais das artérias ulnar e radial, que se anastomosam e formam dois arcos arteriais: arcos palmares superficial e profundo.

Aprofunde os seus conhecimentos sobre as artérias, vasos e nervos do braço com as videoaulas e o teste em baixo.

Membro inferior

Artérias, veias e nervos do membro inferior - diagrama

As principais artérias do membro inferior são a artéria femoral e sua continuação - a artéria poplítea. A artéria femoral supre a região glútea e a coxa antes de continuar como artéria poplítea no joelho posterior.

A artéria poplítea, em seguida, vasculariza a região do joelho, antes de se dividir em dois ramos que suprem a perna: tibial anterior e tibial posterior (emite a artéria fibular ou peroneal como um ramo). Essas três artérias vascularizam a perna. O pé é vascularizado pela artéria dorsal do pé (uma continuação da artéria tibial anterior) e pela artéria tibial posterior.

Se você quer aprender mais sobre a inervação e vascularização e dar mais um passo em direção ao conhecimento da anatomia do membro inferior, confira os seguintes recursos online.

Principais veias do corpo humano

Uma veia é definida como um vaso que conduz sangue da periferia para o coração. Todas as veias contêm sangue desoxigenado - exceto a veia pulmonar. As maiores veias são a veia cava superior e inferior, e ambas drenam diretamente para o átrio direito do coração. Todas as veias da circulação sistêmica acabam eventualmente drenando de volta para uma delas.

Se quiser aprender mais sobre as principais veias do corpo humano, visite as videoaulas em baixo.

Cabeça e pescoço

Veias e artérias da cabeça - diagrama

O sangue desoxigenado do cérebro, da cabeça e do pescoço acaba sendo drenado para uma das três veias jugulares: externa, interna ou anterior.

  • O sangue venoso do cérebro e das meninges drena para os seios venosos durais, que drenam para a veia jugular interna.
  • O sangue do couro cabeludo e da face drenam para as veias que acompanham as artérias do couro cabeludo e da face, que eventualmente drenam para a veia jugular externa.
  • O sangue venoso do pescoço drena para a veia jugular anterior.

A partir daqui: tanto a veia jugular externa quanto a veia jugular anterior drenam para a veia subclávia; a veia jugular interna funde-se com a veia subclávia para formar a veia braquiocefálica; e as veias braquiocefálicas esquerda e direita se combinam, criando a veia cava superior.

Se você quiser aprender mais detalhes sobre as veias da cabeça e do pescoço, dê uma olhada na videoaula e no teste em baixo!

Tronco

As veias do tronco convergem do tórax, abdome e pelve em direção ao coração. O sangue desoxigenado do tórax drena por fim para a veia cava superior (VCS). As principais tributárias torácicas da VCS incluem: o sistema venoso ázigo, as veias pulmonares, a veia torácica interna e as veias cardíacas.

O sangue venoso do abdome e da pelve é drenado pela veia cava inferior. Seus principais afluentes são:

  • Veias ilíacas comuns e ilíacas internas, que drenam a pelve.
  • Veias lombar, renal, gonadal, suprarrenal, frênica, porta e hepática, que drenam o abdome.

Você pode aprender mais sobre as principais veias do tronco em baixo!

Membro superior

A mão é drenada pela rede venosa dorsal que dá origem às veias basílica e cefálica. Essas duas veias drenam as estruturas superficiais do antebraço, enquanto as estruturas profundas são drenadas pelas veias radial e ulnar. Essas duas últimas veias então se juntam para formar a veia braquial. Mais acima no braço, as veias basílica e braquial se unem na veia axilar, na qual a veia cefálica também drena.

Assim, todas as veias da extremidade superior acabam drenando para a veia axilar, que drena a parte superior do braço e o ombro. A veia axilar finalmente drena para a veia subclávia, que pertence ao sistema venoso da veia cava superior.

Membro inferior

As veias dos membros inferiores são o arco venoso dorsal do pé, a tibial anterior, a tibial posterior, a fibular / peroneal, a poplítea, a femoral, a safena magna, a safena parva, a ilíaca externa e as veias ilíacas comuns. Elas são divididas nos sistemas venosos profundo e superficial.

A partir da periferia, as estruturas profundas da perna são primeiro drenadas pelo arco venoso dorsal do pé. Esse arco drena o pé e posteriormente dá origem às veias tibial anterior, tibial posterior e fibular / peroneal. Essas três drenam a perna e se unem na veia poplítea na região posterior do joelho. A veia poplítea continua como a veia femoral, que drena a coxa. Uma vez que a veia femoral passa sob o ligamento inguinal, continua como a veia ilíaca externa, que drena para a veia ilíaca comum.Estruturas superficiais da perna são drenadas pelas veias safena magna e safena parva. Elas são formadas pelos arcos venosos dorsais do pé e drenam para a veia femoral e para a veia poplítea, respetivamente. As veias ilíacas comuns direita e esquerda se unem para formar a veia cava inferior. A região glútea (do quadril ou da anca) é drenada pelas veias glúteas superior e inferior, que drenam diretamente para a veia ilíaca interna.

Aqui estão alguns recursos caso você queira aprender mais sobre as veias do membro inferior!

Principais nervos do corpo humano

O sistema nervoso é uma complexa rede de nervos e tecidos neurais que geram e transmitem comandos do cérebro e da medula espinhal para os tecidos e órgãos. Tem duas divisões anatômicas - o cérebro e a medula espinhal que formam o sistema nervoso central, enquanto os nervos que emergem deles e alcançam os tecidos-alvo compõem o sistema nervoso periférico. Os nervos periféricos emergem do sistema nervoso central. Existem 12 pares de nervos cranianos que emergem do cérebro e 31 pares de nervos espinais que se estendem a partir da medula espinhal. Em certas áreas do corpo, os nervos periféricos se interconectam, criando redes neurais chamadas de plexos.

Principais nervos do corpo humano - diagrama

O sistema nervoso também pode ser dividido por função. O sistema nervoso somático é a parte sob controle voluntário - por exemplo, contração do músculo esquelético. Algumas outras partes do sistema nervoso estão sob controle involuntário, tais como a frequência cardíaca e a respiração. Essa parte involuntária do sistema nervoso é chamada de sistema nervoso autônomo. Tem duas subdivisões:

  • O sistema nervoso simpático produz o estado de "luta ou fuga", pois é a parte do sistema nervoso autônomo que está mais ativa durante períodos de estresse.
  • O sistema nervoso parassimpático predomina durante o repouso e está mais ativo nas atividades de “descanso e digestão” ou “alimentação e reprodução”.

Para aprender mais sobre os principais nervos do corpo humano, visite as videoaulas e o teste em baixo.

Cabeça e pescoço

Os principais nervos da cabeça e do pescoço provêm dos 12 pares de nervos cranianos e do plexo cervical. Os 12 pares de nervos cranianos se originam do cérebro. São eles os nervos: olfatório (NC I), óptico (NC II), oculomotor (NC III), troclear (NC IV), trigêmeo (NC V), abducente (NC VI), facial (NC VII), vestibulococlear (NC VIII), glossofaríngeo (NC IX), vago (NC X), acessório (NC XI) e hipoglosso (NC XII). Eles fornecem inervação sensorial, motora e autonômica para quase todas as estruturas da cabeça.

Nervos cranianos - diagrama

O plexo cervical inerva a pele e os músculos da região anterolateral do pescoço, o tórax superior e uma área do couro cabeludo entre a aurícula e a protuberância occipital externa. É uma rede de nervos formada pelos ramos ventrais dos nervos espinhais cervicais C1-C5.

Aprofunde os seus conhecimentos sobre os principais nervos da cabeça e o plexo cervical com as videoaulas e o teste em baixo.

Tronco

O tronco possui um rico suprimento neural somático e autonômico. Você pode se perguntar qual a razão, a resposta é simples, há mais de 30 órgãos acomodados dentro dele, e todos precisam de inervação. Então vamos dar uma olhada nos nervos do tronco e esclarecê-los de uma vez por todas.
A parede torácica é inervada pelos nervos peitorais lateral e medial, pelos 11 nervos intercostais (T1-T11) e pelo nervo subcostal (T12). O diafragma é suprido pelos nervos frênicos direito e esquerdo (C4). A inervação autonômica das vísceras torácicas vêm dos plexos pulmonar e cardíaco (C1-T1). O nervo vago fornece fibras parassimpáticas e o tronco simpático fornece o estímulo simpático para esses plexos.

Para aprender mais sobre os nervos do tronco visite a videoaula e teste em baixo.

As paredes abdominais são inervadas pelos nervos toracoabdominais (T7-T11), pelo nervo subcostal (T12) e pelos três ramos superiores do plexo lombar (L1-L4), sobre o qual falamos na secção do membro inferior. A inervação autonômica das vísceras abdominais vem dos níveis espinhais T5 a L2.

Os nervos esplâncnicos torácicos inferiores e lombares fornecem inervação simpática, enquanto os nervos vago e esplâncnico pélvico transportam fibras parassimpáticas. As fibras simpáticas terminam dentro dos gânglios simpáticos pré-vertebrais próximos às raízes dos principais ramos da aorta abdominal. As fibras parassimpáticas terminam dentro de gânglios espalhados pelo abdome, próximos aos órgãos abdominais.

Aprenda mais sobre a anatomia do plexo braquial nos seguintes links.

As paredes pélvicas são inervadas principalmente pelos nervos espinhais sacral e coccígeo. A inervação autonômica das vísceras pélvicas vem dos plexos hipogástrico inferior e pélvico. As fontes simpáticas para eles são o plexo hipogástrico superior, enquanto as parassimpáticas são os nervos esplâncnicos pélvicos. A excitação sexual é mediada por fibras parassimpáticas, enquanto a porção simpática proporciona a sensação de prazer durante o orgasmo.

Melhore os seus conhecimentos sobre os nervos das paredes pélvicas com os recursos em baixo.

Extremidade superior

Os principais nervos do membro superior provêm do plexo braquial - formado pelos ramos ventrais dos nervos espinais C5-T1.

Seus principais ramos são os nervos musculocutâneo, axilar, radial, mediano e ulnar. Os dois primeiros inervam predominantemente o ombro e o braço, enquanto os nervos radial, mediano e ulnar suprem principalmente o antebraço e a mão. Os nervos peitorais lateral e medial também se originam do plexo braquial, mas inervam o músculo peitoral maior no tronco.

Visite os links em baixo para aprender mais sobre os principais nervos do membro superior e sobre o plexo braquial.

Extremidade inferior

O membro inferior é inervado por ramos do plexo lombar e do plexo sacral, formando juntos o plexo lombossacral. O plexo lombar é formado pelos ramos ventrais de L1-L4, dando origem a seis nervos que inervam partes da região abdomino-pélvica e do membro inferior: os nervos ilio-hipogástrico, ilioinguinal, genitofemoral, cutâneo femoral lateral, obturador e femoral. São os últimos três nervos que suprem a extremidade inferior. O plexo sacral é formado pelos ramos ventrais de L5-S2, que dão origem a cinco nervos sacrais: os nervos glúteo superior, glúteo inferior, ciático (isquiático), cutâneo femoral posterior e pudendo, que inervam o piriforme, o obturador interno e o quadrado femoral.

A região do quadril (anca) é inervada pelos nervos femoral, obturador e glúteo superior. A coxa anterior é suprida pelo nervo femoral e seu ramo cutâneo, o nervo safeno. A coxa posterior é suprida pelo nervo ciático (isquiático), enquanto a região medial da coxa é predominantemente suprida pelo nervo obturador.

A perna é inervada pelo nervo tibial e pelo nervo fibular (peroneal) comum e seus ramos (superficial e profundo). Todos estes são ramos do nervo ciático (isquiático). O pé é inervado por ramos dos nervos plantares medial e lateral, ambos originários do nervo tibial.

Aprenda mais sobre os nervos do membro inferior em baixo.

Videoaulas relacionadas:

Testes relacionados:

Principais artérias, veias e nervos do corpo humano - quer aprender mais sobre isso?

As nossas videoaulas divertidas, testes interativos, artigos em detalhe e atlas de alta qualidade estão disponíveis para melhorar rapidamente os seus resultados.

Cadastre-se para ter uma conta gratuita no Kenhub hoje e se junte a mais de 1.137.170 alunos de anatomia de sucesso.

“Eu diria honestamente que o Kenhub diminuiu o meu tempo de estudo para metade.” – Leia mais. Kim Bengochea Kim Bengochea, Universidade de Regis, Denver

Mostrar referências

Artigo e Revisão:

  • Jana Vaskovic
  • Alexandra Osika
  • Nicola McLaren

Ilustrações:

  • Neurovascularização do ombro e do braço - diagrama - Yousun Koh
  • Artérias da cabeça e do pescoço - diagrama - Abdulmalek Albakkar
  • Artérias, veias e nervos do tronco - diagrama - Mohammed Albakkar
  • Artérias, veias e nervos do braço - diagrama - Mohammed Albakkar
  • Artérias, veias e nervos do membro inferior - diagrama - Mohammed Albakkar
  • Veias e artérias da cabeça - diagrama - Mohammed Albakkar
  • Principais nervos de corpo - diagrama - Mohammed Albakkar
  • Nervos cranianos - diagrama - Johannes Reiss

Tradução para português:

  • Rafaela Linhares
  • Beatriz la Féria
© Exceto expresso o contrário, todo o conteúdo, incluindo ilustrações, são propriedade exclusiva da Kenhub GmbH, e são protegidas por leis alemãs e internacionais de direitos autorais. Todos os direitos reservados.

Desenhos e imagens relacionados

Continue a sua aprendizagem

Leia mais artigos

Mostre mais 1 artigo

Faça teste

Navegue pelo atlas

Muito bem!

Cadastre-se agora e obtenha sua cópia do guia definitivo de estudos de anatomia!